outubro 25, 2010

Esqueço, esqueço, esqueço!

Não tem jeito. Esqueço mesmo. Se não anotar na agenda, esqueço.
Durante o dia uma dona de casa precisa tomar muitas decisões. E ainda mais se ela, além de ser dona de casa, for esposa, mãe e síndica do prédio onde mora.
Então, desanuvio minha mente e uso minha agenda para anotar os compromissos, coisas a fazer mesmo em casa, sites a acessar, compras a realizar, etc. E as consultas médicas e exames a fazer, se não anotar, não tenho como lembrar.
Minha memória de tempo recente está super lotada e não consigo mais guardar informações. Agora, se quiser saber algum fato antigo, pode perguntar até o ano (em alguns casos, até a data) que estará na ponta da língua. Sou até meio chata com isso, quando conto algum fato, cito o ano em que aconteceu. Outro dia minha amiga Rose observou isso.
Gosto de agenda de folha inteira para um dia só, porque aí posso anotar tudo o que preciso. Às vezes uso também como diário, para anotar coisas que fiz sem agendamento.
E as despesas, como saber para onde vai o dinheiro? Aqui em casa, eu que pago as contas e faço compras de supermercado, porque meu marido não tem tempo pra fazer essas coisas. Se dependesse de “guardar” essas informações na cabeça, estaria perdida ou falida. Uso a agenda para anotar pequenas despesas pagas em dinheiro somente, porque o que pago com débito automático, tenho os comprovantes.  Utilizo uma planilha feita em Excel para colocar as previsões do que pagarei e um software chamado Money Plus (meu cunhado trouxe pra mim dos States) para controlar as contas pagas. Dá trabalho, mas vale a pena, porque sabemos exatamente onde foi o nosso dinheirinho tão suado.
Resumindo: minha melhor amiga é minha agenda, pois conto quase tudo o que faço para ela.
Beijos. Uma semana vitoriosa para toda(o)s!

Quel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que achou do post? Deixe um comentário.