abril 28, 2017

Aprendendo a apreciar as coisas boas da vida

apreciar

"Quando só temos olhos para o que nos falta, nos faltam olhos para ver e apreciar um bocado de coisas preciosas que já temos." Ana Jácomo

Apreciar tem o significado de pôr sob exame, considerar, examinar, ponderar.

Apreciar cada momento de vida e oportunidade que são colocados diante de nós é fundamental. O sol, o mar, o canto dos pássaros, o silêncio, uma leitura, um abraço forte e afetuoso, uma palavra de carinho. Paisagens, algum tipo de comida, uma bebida quente ou um bom vinho, tipos de vestimentas, exposições de objetos de arte e um estilo musical, são opções. Apreciar a companhia e/ou o jeito de ser de alguém também é possível. Apreciar o trabalho e o descanso, por que não?

Durante um certo período de nossas vidas, olhamos somente para o nosso próprio umbigo e isso é até natural. Quando crianças, dependemos de nossos pais e nos tornamos um pouco egoístas. Sempre esperamos que eles façam tudo por nós, sem percebermos que eles também são seres que precisam de carinho e atenção.
Na adolescência, por ser um período de transição, algumas vezes focamos em coisas desnecessárias. Pequenos "defeitos" tornam-se enormes complexos e só enxergamos isso. Continuamos pensando que somos o centro das atenções e não nos importamos muito com o que acontece ao nosso redor.
Ao atingir a idade adulta, começamos a "enxergar" as necessidades das pessoas ao nosso redor, mas ainda não apreciamos algumas coisas. Passamos a apreciar a companhia de nossos pais.
Conforme o tempo vai passando, vamos aprendendo a apreciar coisas que antes não dávamos a menor importância e deixamos algumas coisas de lado. O amadurecimento faz isso. 

A maturidade pode e deve ser agradável se pudermos apreciar a sabedoria que adquirimos e a experiência de vida.
Eu particularmente, aprecio um bom chá com minhas amigas. Aprecio momentos de carinho em família. Aprecio coisas que fazem bem ao meu coração, à minha cabeça e ao meu corpo.
Devemos viver bem cada etapa de nossas vidas, pois cada uma é única. Importante é não perder a fé, o amor e a esperança.

Mas, mais do que apreciar, é fundamental ser grato pelo que possuímos.  Afinal, "a gratidão é a virtude das almas nobres", segundo Esopo.

Sinto gratidão por tudo que tenho e valorizo cada época da minha vida, porque foi assim que cheguei a ser quem sou.


Esse texto faz parte do desafio Imagem & Palavra do Interative-se!
A palavra a qual fui desafiada a escrever, é Apreciar

Imagem & Palavra



Este texto participa também da Blogagem Coletiva Semanal #52semanasdegratidão de Elaine Gaspareto, cujo objetivo é valorizar e compartilhar nossas pequenas e grandes alegrias... nossas vivências e aprendizados.




Me acompanhe nas Redes:

7 comentários:

  1. Que texto maravilhoso!! Acho mesmo que as pessoas precisam passar a reclamar menos e aproveitar mais, no sentido de serem gratos pelo que tem, ao invés de sempre reclamar do que nao tem.
    O texto está impecável e eu espero que sirva de inspiracao a muitas pessoas. Aproveitar nosso tempo, sem querer avancar ou retroceder; aproveitar o que temos.
    Bjss

    ResponderExcluir
  2. Ultimamente eu venho prestando mais atenção naqueles detalhes que normalmente deixamos passar, pelo menos uma vez no dia eu paro pra pensar sobre coisas que me fazem feliz e fico olhando pro céu, é relaxante. Nada melhor que ir pra casa da sua amiga e ficar conversando, sem celular por perto e essas coisas.
    Agenda Aleatória

    ResponderExcluir
  3. Oie, tudo bem? Gostei bastante do texto/reflexão. Muitas vezes olhamos para a vida das pessoas ou para nossa própria vida e achamos que ela só seria perfeita se...acontecesse alguma coisa diferente. No entanto são raros os momentos que paramos para agradecer tudo de bom que nós temos, família, amigos, saúde, segurança de um lar. Tudo isso é motivo para ser grato. Parabéns pelo texto. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  4. Oi Quel, gostei muito do seu texto pq diz a realidade em palavras simples, sem complexidade. Há pessoas que não sabem ou não conseguem apreciar um momento, uma pessoa, uma comida ... e eu acredito que o melhor da vida está nas pequenas coisas.
    Bjk

    ResponderExcluir
  5. olá!

    nossa, adorei o texto! é bem isso mesmo. quando amadurecemos aprendemos a dar valor as pequenas coisas que tanto nos são chamadas atenção pelos mais bem vividos. eu, que só tenho 20 anos, estou numa fase de transição em que vira e mexe me pego super lembrando dos conselhos das minhas irmãs e da minha mãe, e vejo que sim, nem tudo é a tempestade no copo d'água que muitas vezes minha mente cria.
    seu texto deu um afago no coração imenso, então, obrigada <3

    um beijo,
    blog vestidinho jeans

    ResponderExcluir
  6. Quel:
    Belo texto, ainda bem que a maturidade nos faz isso. Então que saibamos aproveitar para sermos o melhor de nós.
    beijocas

    ResponderExcluir
  7. Boa noite, querida Quel!
    Também estou gostando muito da maturidade... Tempo muito bom e final de vida terrestre com sabedoria...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir

O que achou do post? Deixe um comentário.