Um blog de variedades: organização do lar, dicas de nutrição e saúde, textos autorais, resenhas, culinária saudável, viagens e receitas.

O perigo está na “rede”, ou não, depende de você!

Faça o teste abaixo.
Utilizo a Internet desde os primeiros tempos dessa “onda”. Era discada, tinha que pagar provedor, o modem era lento, era a década de 90 (século XX). Naquela época, chegamos até a tentar utilizar o termo “surfar” na Internet, mas no Brasil o que pegou foi “navegar”. Quando a banda larga surgiu, jogamos muito dinheiro fora com empresas que se aproveitaram da nossa vontade de utilizar as novas tecnologias. Mas isso passou e atualmente pagamos um valor razoável por esse serviço e eu em particular, não pago provedor.

Grande parte das pessoas hoje em dia acessa a Internet diariamente em casa e não é só a garotada. Conheço algumas vovós que também navegam, se comunicam e exploram o cyberespaço.
Há mais ou menos uns dez anos, comecei a usar a Internet para estudar. Peguei muita informação sobre o conteúdo de estudo da minha pós-graduação em Educação Especial. Achei muitos depoimentos e minhas pesquisas resultaram num bom aproveitamento do curso. Mas é claro que também fui a bibliotecas, fui conhecer o trabalho de professores que vivem o dia-a-dia com os alunos com necessidades especiais, fiz entrevistas, etc.
Disponíveis estão informações atuais e corretas, muitos cursos, apostilas e livros. Também encontramos uma variedade de imagens úteis, músicas para qualquer gosto, mensagens bonitas e edificantes, produtos interessantes para comprar, coisas que nos servem de inspiração, etc.
Infelizmente, nem tudo o que é colocado na rede é bom. Tem muito lixo, muitas informações erradas (cuidado estudantes!), muitas idéias ruins, muitas imagens feias, pesadas também e muitos vídeos sem limite algum. Cada um divulga o que quer.
Conheço professores que até hoje não aceitam trabalhos impressos, porque infelizmente, muitos alunos só copiam e colam. E o pior é que nem lêem direito o que estão copiando.
Não podemos limitar nosso aprendizado só a Internet. Porque senão, também perdemos contato com pessoas reais e isso não é nada bom. Nos isolamos.

O teste
Faça uma experiência (mas prepare o coração!), digitando no Google, seu nome inteiro, depois o primeiro nome e o do meio, depois o primeiro nome e o sobrenome. Vá pesquisando na Web, depois em Imagens, depois em vídeos e finalmente em notícias. Você poderá se surpreender com o que vai encontrar.
Pesquisando meu nome, encontrei uma bartender, a filha do Solano Trindade, uma advogada, uma psicóloga, uma modelo, uma cantora gospel, uma dançarina, uma locutora, aff!!! No nome da minha irmã, encontrei uma miss, uma dentista, uma jornalista, uma blogueira, uma médica... E vi várias imagens quando pesquisei meu nome e o de minha irmã.

Um conselho
Gente, a coisa é engraçada, mas é séria também! É um mar de informações. Por isso, use a Internet para seu proveito e despreze o que não te acrescentar cultura, crescimento e boas amizades. Também não divulgue informações pessoais, tenha cuidado.
Oriente seus filhos a não se exporem demais no Twitter, por exemplo. Se deixar, eles querem colocar tudo. Sei disso porque tenho filha adolescente, de vez em quando faço uma visita no seu Twitter e já tive que mandar apagar algumas coisas que considerei pessoais demais. Expliquei a ela que nem tudo o que sentimos, podemos compartilhar com o mundo, porque poderemos magoar alguém se agirmos assim ou até colocar a própria vida em risco.

Me conte o que encontrou sobre você ou sobre alguém que conhece, se puder, é claro!

Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Inicio

4 comentários:

  1. oi amiga - é a pura verdade - acabamos de comprar a reist - galileu - que fala justamente issto - temos faebook, twitter, blog, emails, orkut, e não dá para expor a vida assim -
    tem gente que coloca fotos das frentees de suas casas, os dias que vão viajr - aprendi que tu pode que foi viajar somente na volta da vigaem, porque ne todos são amigos, tem gente de olho-
    eles mostaram s´um caso de um rapaz que expunha tudo da vida dele, ele foi simplesmente sequestrado e tiveram e pagr o resgate-
    nem tudo são flores...
    e por falar em flores - quero ver tuas rosas de latinha -
    profi chata rsrs
    bj
    lu

    ResponderExcluir
  2. Oi Raquel. Prazer... Rs... Acabei de ler seu post e estou morrendo de medo!!! Bem hj que tomei coragem e me inscrevi em um concurso cultural... Jesus...E agora?
    Bom.... RS...Vamos ver no que vai dar, né?
    Gostei muito do seu blog e do jeito que vc escreve. Estou te seguindo!
    Bjs

    Paulinha

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Raquel!

    Adorei ver seu comentário! Realmente o sorvete Kascão é uma delícia!(febre santista, né!?)

    Obrigada por me seguir tb. Desa maneira estaremos sempre juntas... Rs

    Agora,vou ler mais alguns posts seus! Vc acha que cometi um erro ao participar do concurso cultural?

    É de um blog que sigo: Chega de Bagunça"... De uma passadinha lá pra ver!

    Bom sábado pra vc e volte sempre, tá!?

    Bjs

    Paulinha

    ResponderExcluir
  4. OI RAQUEL TUDO BOM? ESPERO QUE VC JÁ ESTEJA MELHOR,AMIGA FIQUEI PREOCUPADA VC ACHA QUE EU ME EXPONHO MUITO NO BLOG? SE ACHA QUE EU DEVIA TIRAR AS FOTOS DE MIM DA CASA DO MEU MARIDO SERÁ ? KKKK SEI LÁ NÉ? ENTÃO SOBRE A LOJA EU QUERO IR LÁ SIM QQ DIA, É AQUI NA BAIXADA AS LOJAS QUE TEM TECIDO DEVEM ESTAR COBRANDO A MESMA COISA PQ AQUI TB É DE 16 PRA CIMA,MAS OBRIGADA, VC COMPROU ESSE POR METRO OU ELES VENDEM POR MENOS?EM ITANHAEM ELES VENDEM QTO VC PRECISAR, É BOM NÉ? RSRS UM ABRAÇO E BOM DOMINGO PRA VC!

    ResponderExcluir

O que achou do post? Deixe um comentário.

Aprenda a fazer brigadeiro gourmet

TRADUZA O TEXTO:

.

.
Economize R$ 50,00

Seguidores

Seguir por E-mail

INSTAGRAM

Postagens populares

Total de visualizações

.