. . . . Amendoim - gordura saudável - Mania de Organizar e Viver Saudável

Amendoim - gordura saudável

Amendoim
Amendoim torrado e despeliculado, sem sal

Sou fissurada em amendoins (a outra fissura é pelo sorvete, confesso). Esses dois alimentos me fazem sair da linha a qualquer momento, sem parar para pensar nas consequências. Coisa feia, não? Sim, afinal já sou crescidinha para me deixar dominar por essas tentações.

Mas isso é amor antigo! Há anos atrás, no escritório em que trabalhava, várias vezes por semana alguém ia comprar alimentos (nem sempre saudáveis, claro!) sob encomenda. Lembro-me que sempre pedia amendoim japonês.
Com o passar dos anos, descobri que a casquinha que cobre os amendoins salgados não são muito saudáveis e a opção foi mudar para o amendoim pralinê, aquele todo envolvido no açúcar. Hum! Foram anos consumindo essa delícia (sou formiga e gosto de tudo que tem açúcar, tudo bem melado), mas precisei me conter para manter a saúde. O açúcar é vilão também.
A alternativa então, foi comer o amendoim natural, só torrado, sem pele e sem sal. Meu marido trazia o pacote de 1 kg (comprava a caminho do trabalho) e comíamos um pouco todos os dias. Um dia, ao conversar com uma professora nutricionista a respeito, ela me aconselhou a rever esse hábito. O fato é que, quem quer emagrecer não pode comer muito, apesar de conter gordura boa.
Surgiu então a ideia de consumir a pasta de amendoim, sem sal ou açúcar, limitada a uma colher de sopa por dia. O conselho é que apesar de fazer bem, não se deve extrapolar no consumo de calorias.

Pasta de amendoim
Pasta de amendoim pura e pasta de amendoim com macadâmia - deliciosas.

Preparo nossa pasta de amendoim em casa, no processador. Geralmente só uso o amendoim mesmo, mas já fiz a pasta misturada com macadâmia e gostei do resultado. Ainda quero experimentar outras misturas: com nozes, com castanhas, com cacau, etc. A economia é considerável em relação às compradas prontas.
Por causa da questão de segurança alimentar, só compro marca que possui o selo Pró-Amendoim*, que comprova ausência de fungos. Pois é, eles podem conter fungos e causar problemas sérios de saúde.
Gosto tanto de amendoim que já pensei em abrir um negócio com isso. Será que daria certo? Creio que sim e pode ser que um dia se materialize esse desejo. Preciso fazer ainda pesquisa de mercado, plano de negócios, etc.

Sobre a história, alguns especialistas acreditam que a leguminosa foi descoberta no Brasil ou tenha surgido na região do Gran Chaco, localizada entre o Paraguai, norte da Argentina e Peru. Porém, há documentos de 3.800 a.C. a 2.900 a.C., que afirmam que a semente surgiu ao leste dos Andes, onde era muito utilizada pelos indígenas.

Informações a serem consideradas:
·     Possui gorduras monoinsaturadas que podem diminuir o colesterol;
·     Pode causar alergia, mas no Brasil isso é raro de acontecer por causa da miscigenação;
·     Para os homens, auxilia a evitar a impotência sexual;
·     Pode ser contaminado por fungos que podem causar hepatite do tipo B, sérios danos ao sistema nervoso e o câncer primário do fígado.


Amendoim... Amendoim...
Amendoim, amendoim, amendoim...

Lembro do desenho Pato Donald em O Esquilo Voador. Ele cantava essa canção. De vez em quando eu canto também, quando quero consumi-lo (risos). Não consegui o vídeo do desenho com uma qualidade melhor (uma pena!), mas dá para assistir.





Que alimento traz lembranças a você e ainda hoje você consome?
Conta nos comentários. Um abraço virtual!




* O Pró-Amendoim criou um rigoroso programa para garantir que as empresas certificadas com o Selo de Qualidade produzam e comercializem produtos à base de amendoim dentro dos padrões da legislação brasileira.



Esse texto é composto por minhas opiniões pessoais, baseadas em experiência de vida e um certo aprendizado na área como Técnica em Nutrição e Dietética. Para tirar dúvidas sobre alimentação ou dietas, procure um nutricionista.

2 comentários:

Ana Poli disse...

Eu também adoro amendoim, principalmente pasta de amendoim... tanto que meu café da manha preferido é sanduíche de pasta de amendoim com geléia. Essa semana também comecei a introduzir mais na minha dieta amendoins e frutas secas como fonte de gordura saudável, e a verdade é que adoro! Também como avelas, castanhas, semente de girassol, etc... e quanto ao negócio, eu acho que daria muito certo sim! É bem difícil achar marcas de pasta de amendoim naturais (pelo menos onde eu moro)!

Beijos!
Ana

Carolina Monteiro disse...

Que post maravilhoso. Eu amo amendoim! Como bastante e já fiz pasta caseira, assim como a que você mostrou. Beijos e boa sorte com o blog. (=