. . . . Feriadão - compras, passeio e descanso - Mania de Organizar e Viver Saudável

Feriadão - compras, passeio e descanso

Na quarta-feira, dia 7 de setembro, descansei bastante e curti a família. Nossa rotina tem sido "puxada" no dia-a-dia. Meu marido acorda às 5h e eu, às 5h30 para preparar seu café. Ele sai para o trabalho às 5h55m e às 6h, minha filha acorda. Ela sai para a escola às 7h. Depois disso, não volto mais para a cama. Para quem ficou sem a pressão da rotina por mais de um ano, confesso que ainda estou me adaptando. Acordava cedo, mas tirava um cochilo durante o dia e tinha tempo e liberdade para fazer coisas que gosto. Até faço algumas coisas ainda, mas algumas tiveram que ser deixadas de lado por um tempo. Agora estou começando a "engrenar", ou seja, estou conseguindo levar a rotina numa boa. Como em Santos também foi feriado no dia 8 de setembro e na escola tivemos recesso no dia 9, subi a serra um pouquinho para espairecer. O marido só folgou no dia 7, então fui com minha filha.
Cheia de medo, porque nunca tinha dirigido até alguns lugares de São Paulo. Imprimi o trajeto pelo Google Maps e minha co-piloto me ajudou bastante. Fui ao Bom Retiro para dar uma atualizada no nosso guarda-roupa, andamos quase o dia inteiro, mas saímos de lá satisfeitas. Depois fomos (sempre com o trajeto do Google em mãos) até o bairro de Santana, onde o irmão do meu marido reside com sua família. Estar com minha cunhada e sua família, para mim é sempre um prazer. Descansamos à noite e pela manhã fomos passear na Rua Voluntários da Pátria, para comprar mais algumas coisas. À tarde, após conseguir pintar minhas unhas (há tempos não fazia isso, tenho só lixado e passado base) fomos passear no Shopping Bourbon. Que shopping lindo! Tomamos um lanche, fizemos umas comprinhas no Supermercado Záffari que fica lá dentro. Minha filha ficou encantada com o supermercado e ficou lamentando por não termos um assim aqui em Santos. No início da noite, meu marido saiu do serviço e foi ficar conosco.



No dia seguinte, pela manhã, meu marido queria comprar um violão e fomos até a Rua Teodoro Sampaio, local onde se concentram muitas lojas desses produtos. Enquanto ele e meu cunhado olhavam os violões, fui com minha filha, cunhada e suas filhas conhecer a Rua Oscar Freire, que fica nas proximidades. Sua característica é que é reconhecidamente um dos pontos de comércio mais elegantes da cidade. Passeamos por um longo trecho, mas acabamos indo tomar água e café no Pão-de-Açúcar que fica na esquina de uma das travessas. Foi legal, mas meu poder aquisitivo, pelo que vi ali, só alcança a José Paulino. Sem frustrações, sou feliz com o que tenho e sei até onde posso ir. Para mim, a alegria foi estar em companhia de pessoas que amo.


Fomos conhecer um outro shopping, mas acabamos indo almoçar no CTE (Centro de Tradições Nordestinas). Nunca tinha ido, mas, como sou descendente de nordestinos, não poderia deixar passar essa oportunidade. Pedimos um Baião-de-Dois (arroz com feijão fradinho, queijo de coalho, mandioca cozida e carne de sol) que estava uma delícia e ainda como sobremesa, uma cocada. Saímos de lá satisfeitos. Tivemos que retornar no sábado à tarde, porque minha filha havia sido convidada para uma festa de aniversário. Se não fosse isso, aproveitaríamos até o final, ou seja, voltaríamos no domingo, mas valeu. Bem, voltando à rotina, desejo a todos uma ótima semana.
Beijos.

Raquel Trindade

Um comentário:

Francy disse...

Olha Raquel, vc faz parte do meu grupo, posso até andar em lugares chiques e charmosos e ando, mas só compro aquilo que posso...
Eu não conhecia esse CTN, mas quando voltar a São Paulo procurarei conhecer. Como boa nordestina que sou, adoro essas coisas. Ontem mesmo comi cocada que um amigo trouxe do Recife para nós...
Parabéns pelo blog, é lindo!!!
Vim através do blog da Marcela...